domingo, 29 de abril de 2012

Kabalah da Alimentação e Auto-cuidado - Preciosos Ensinos de Rabeinu Nachman!

Kabalah da Alimentação
Tradução - Adaptação Por:
Gabriel Yosef Ben Yashar

Alimente-se com Dignidade

Se a pessoa ingere um alimento puro, ou seja, em conformidade com as leis alimentares(Kashrut) e ela come de uma forma digna, sem engolir a comida às pressas, sua capacidade mental é melhorada, enquanto sua insensatez é subjugada.  No entanto, aquele que come como um glutão a loucura o dominará e ele perderá a sua inteligência. A luz do Tzaddik será escondida dele e ele não será capaz de aprender como amar e temer a D'us.

Likutey Moharan I, 17

Tenha cuidado para não engolir sua comida com pressa. Coma em um ritmo moderado, com calma e com os mesmos modos à mesa que você mostraria se um hóspede importante estivesse presente. Você deve sempre comer desta maneira, mesmo quando você estiver sozinho.

Chayey Moharan # 515

Cuide do seu corpo físico, a fim dele se assemelhar a sua alma.

Likutey Moharan I, 22



O Poder da Bênção do Shochet

Quando o abatedor - o shochet - faz a bênção antes de matar o animal, ele deve ter em mente elevar a alma encarnada no sangue do animal. A bênção do shochet tem um efeito sobre a sobrevivência de todo o povo judeu.

Alguns shochetim falham em não se concentrarem corretamente sobre o significado dessa bênção, abrigando pensamentos impróprios. Tal shochet com a faca erguida para o abate do animal não é pior que um assassino. Que sofrimento esta alma experimenta vivendo naquele momento. Ela chora com um gemido amargo porque esta bênção inválida que o shochet fez, não irá elevar sua encarnação. Pelo contrário, isso a lançará ainda mais baixo do que antes, assim é dito: "não encontrou lugar para pousar a planta de seus pés" (Gênesis 8:9).

Ai do tal shochet! Ai da alma, que ele matou e a entregou nas mãos dos seus inimigos. O que prejudica a vida das pessoas que já tem pouco, e o pouco que está disponível só pode ser adquirido com grande trabalho e esforço. Tal Shochetim faz com que sua alma se torne escrava da fisicalidade do corpo e dos desejos materiais.

Mas quando os shochtim são dignos, a alma é elevada e a parte ruim do corpo é humilhada e subjugada. O corpo é o lugar da animalidade,loucura,trevas, morte. No lugar disso, a alma e a forma são elevadas. Estas são as raízes de tudo o que é verdadeiramente nobre no homem - o entendimento, luz, vida, memória, bondade e sabedoria da Torá. Através dessas coisas o mundo é abençoado com abundância e prosperidade.

Likutey Moharan I, 37

Acorde!

Há pessoas que dormem fora todos os dias. Algumas caíram no sono por causa do desejo e da injustiça. Há outros casos em que as pessoas verdadeiramente boas caem somente por causa de um belo alimento. Quando uma pessoa,ás vezes, consome um alimento que não é suficientemente puro ou seja apto para o consumo, a sua mente em seguida, cai em uma espécie de "sono".

Quando uma pessoa come em santidade e pureza,o rosto físico e a "face" interior que é a sua alma se tornam radiantes com tal pureza. Mas, se ela come sem santidade, a comida prejudica o coração fazendo-a perder esta face interna, de modo que ela cai em um "sono". Ela ainda pode imaginar que ela está servindo a D'us, quando ela se ocupa com a Torá e a oração. Mas ela está "dormindo" no sentido de que suas devoções permanecer nos mundos inferiores e D'us não tem prazer nelas.

É vital despertar essas pessoas de seu sono, mas isso só é possível se primeiro ela começar a se mexer por conta própria. Os contos e histórias contadas pelos Tzaddikim tem o poder de despertar os que dormem, para que seus dias não sejam desperdiçados. Seria muito bom se encontrasse um Tzaddik que tenha o poder de despertar-lo do seu sono. Caso contrário, você pode dormir fora todos os seus dias, D'us nos livre.
Likutey Moharan I, 60



“Obra realizada com a permissão de D’us, o Sagrado Abençoado Seja!”
 Direitos reservados A BRESLEV BRASIL
A cópia e uso do conteúdo são permitidos apenas com expressa citação da fonte



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário