sexta-feira, 30 de março de 2012

Kitzur Likutei Moharan (LM # 60) 1-3 - Em Português

A Redenção do Povo judeu depende do estudo do Likutey Moharan!
Leilui Nishmat Margalit bat Abraham

(Likutey Moharan I # 60) 1-3

Tradução e Adaptação: Moré Yashar David



60 - "Rabi Shimon Abriu" (III Zohar, 128)

1. Saiba que existem caminhos da Torá que contêm níveis muito profundos de contemplação. É impossível sondar estas profundezas, a menos que (o indivíduo) possua uma grande riqueza. Os filhos de Issacar, que chegou a esse entendimento, como está expresso no verso, "Os filhos de Issacar, são homens aptos para compreender" (Crônicas I, 12:33) - eles mereciam por causa de sua riqueza, que é mencionada no versículo, "Issacar, é um asno de ossos fortes" (Gênesis 49:14), Onkelos traduz como "abundante em bens." Consequentemente, todos os profetas eram ricos, como disseram os nossos sábios de abençoada memória (Nedarim 38a). Da mesma forma, muitos grandes Tzadikim eram extremamente ricos, particularmente aqueles através dos quais nos foi dado a revelação da Torah, isto é, Moisés, nosso mestre, que trouxe a Torá ao povo judeu; Rabi [ie Rabi Judá, o Prince], que compilou e selou a versão final do Mishnah, e Rav Ashi, que compilou e selou a versão final do Talmud. Todas essas pessoas eram extremamente ricas, como nossos sábios disseram, de abençoada memória.

Pois é necessário uma grande riqueza para alcançar esses níveis profundos de contemplação.  

2. A forma de ter acesso a esta riqueza sagrada é através do que é chamado de "largura de dias." Isto significa que a pessoa deve tratar cada novo dia, cada novo tempo de forma mais “ampla”, mais “largo”, o u seja, buscando (“plenificar a alma”), mais pureza e santidade que o dia anterior.

Porque no início, o dia é "apertado" - ou seja, no início do dia, o trabalho espiritual a ser realizada parece extremamente difícil. Portanto, precisamos de uma grande força interior e grande determinação, para não desanimar com o peso do serviço a ser feito. Pelo contrário, é necessário encontrar coragem de começar cada dia (vencendo) o grande constrangimento, opressão e a carga que a pessoa sente. Mais tarde, (a pessoa ) vai aumentar e progredir no serviço de Deus e ver que cada hora sucessiva é "maior" e "mais ampla", e ainda mais santa, que a anterior.

Desta mesma forma, é necessário lidar com cada dia sucessivamente, para que cada dia seja "mais amplo", "maior" e tenha mais santidade do que o anterior, e assim devem continuar ao longo de toda vida.

Isto é o que essencialmente significa "longos dias", de modo que a pessoa se torna (abundante), digna da Riqueza Sagrada.

Esta é também a interpretação do versículo: "Abraão era velho e avançado em anos" (Gênesis 24:1), o que significa que ele tinha "longos dias" - como resultado dos quais, "Deus abençoou Abraão em todas as coisas" (Ibid. ) - ou seja, com grande riqueza.

3. Pelo temor de Deus, [isto é, a consciência da enorme presença de Deus], a pessoa merece "longos dias", como está escrito: "O temor a Deus aumenta os dias..." (Provérbios 10:27). Em outras palavras, essa consciência de Deus dá a cada dia uma santidade extra, e, consequentemente, o dia da pessoa se alonga, se amplia.



“Obra realizada com a permissão de D’us, o Sagrado Abençoado Seja!”
 Direitos reservados A BRESLEV BRASIL
A cópia e uso do conteúdo são permitidos apenas com expressa citação da fonte

Reações: