segunda-feira, 14 de maio de 2012

O Livre Arbítrio - Preciosos Ensinos de Rabeinu Nachman!


O Livre Arbítrio
Tradução - Adaptação Por:
Breslev Brasil - RJ

Nossa discussão aborda o complexo tema da predeterminação do homem se esforçar para servir a Hashem versos a sua necessidade de buscar seu sustento. Por exemplo, se nossa renda anual é determinada por Hashem, por que é necessário trabalhar? Rabi Natan explica que, apesar de Hashem realmente fornecer a nossa renda anual, sem a real necessidade de qualquer esforço de nossa parte, Ele, no entanto, deseja que nos esforcemos para ganhar a vida, apesar do fato de que o esforço humano realmente não tem nada a ver com ganhos. Rebe Nachman disse que este é um dos paradoxos que não podem ser entendidos neste mundo. Se nos fosse dada a capacidade de entender este conceito, seria eliminada a livre escolha. Se pudéssemos ver claramente o que Hashem fornece para todas as nossas necessidades, nós não optaríamos por ter fé. Não haveria necessidade de fé se tudo fosse óbvio. 

A dúvida proporciona a liberdade de escolher entre o bem e o mal. Portanto, apesar de Hashem não precisar de nossos esforços, Ele quer que façamos a nossa parte no trabalho para aperfeiçoar o mundo, como se Ele precisasse do nosso trabalho. Isto é mais bem ilustrado pelo exemplo acima citado do abate ritual que exige a participação humana, e a purificação do leite e do mel que são purificados unicamente por D-us. Na era Messiânica, quando o livre arbítrio for abolido, seremos capazes de entender este conceito plenamente. Rabi Natan cita o Talmud para ilustrar este ponto: "Hillel, o Ancião, costumava dizer: 'Se eu não sou por mim mesmo, quem será por mim? Se sou só por mim, quem sou eu? E se eu não for agora, quando? Rabi Natan elabora: “Se eu não sou por mim mesmo” - se eu não fizer todos os esforços necessários para aperfeiçoar o universo e minha situação espiritual através de meus próprios esforços, com o estudo da Torá, e o cumprimento dos mandamentos, então eu vou perder a minha recompensa eterna no futuro e a felicidade de aproximar-me de Hashem. “E se eu sou apenas por mim, quem sou eu?”- sem Hashem eu não tenho absolutamente nenhuma capacidade de fazer ou realizar qualquer coisa. Devo esperar e rezar por Sua ajuda em tudo que faço. 

Alguém poderia argumentar: "Se tudo é determinado por Hashem, por que então devo cumprir os mandamentos e trabalhar para aperfeiçoar o mundo, os meus esforços são supérfluos? Eu não vou trabalhar ou cumprir os mandamentos até que eu possa entender por que Hashem precisa da minha participação." “E se eu não for agora, quando?” - Este paradoxo não pode ser compreendido neste mundo e se não se cumprir a vontade de Hashem agora, o indivíduo perde a recompensa eterna, pois quando o Messias revelar a resposta a este paradoxo, será tarde demais para ganhar recompensa -. A recompensa só vem quando há livre escolha, portanto, devemos trabalhar para servir Hashem com a fé pura e simples, apesar de não ser capaz de resolver esse problema.

Fonte:Breslov.Com

“Obra realizada com a permissão de D’us, o Sagrado Abençoado Seja!”
 Direitos reservados A BRESLEV BRASIL
A cópia e uso do conteúdo são permitidos apenas com expressa citação da fonte


Reações: